Maurício Linécia

Visite também o blog: mauriciolinecia.blogspot.com.br

Sobre mim

Sou descendente de ucranianos, a quarta geração no Brasil. Nasci e cresci em uma colônia de ucranianos no Norte de Santa Catarina, Município de Itaiópolis. Convivendo com costumes próprios da cultura aprendi a valorizar e aprofundar meu conhecimento nas raízes dos meus ancestrais. Minha paixão pela arte das pêssankas surgiu em uma pesquisa sobre sua profunda simbologia e importância cultural para meus descendentes.

Sobre a pêssanka

A palavra "pêssanka" deriva do verbo "pessaty" e significa escrita. Assim podemos denominar a Pêssanka como uma forma de escrita, uma união de traços, figuras e cores com profundo significado místico que transformam um simples ovo na mais bela  materialização de sentimentos, desejos e anseios. Um poema transformado em imagem, uma oração transformada em obra de arte, um costume que atravessa gerações e se transforma em identidade cultural de um povo. Tido como amuleto era ofertado aos deuses da natureza antes do cristianismo, pedindo proteção aos campos, rebanhos e lares. Com o advento do cristianismo ganhou uma releitura simbólica, passando a representar a esperança de vida nova com a ressurreição de Cristo. Temos uma vasta simbologia envolvendo essa arte, elementos primitivos ligados a magia e contemporâneos com os ideias de amor, felicidade e esperança, incorporados pelo cristianismo. A pêssanka é um presente personalizado, e representa a materialização do afeto com os mais puros desejos de realização humana.

 

Pêssankas de Avestruz (ovos naturais)

 

 Pêssankas de Gansa (ovos naturais)

 

 Pêssankas de Galinha (ovos naturais)

 

 Pêssankas de Garnisé (ovos naturais)

 

Pêssankas em ovos de cerâmica ou gesso

Suportes

Mandalas Ucranianas  e  Polonesas

 

     Trabalho que visa uma aliança entre a arte mística das mandalas com a profunda simbologia oriental das pêssankas e pisankis.  O objetivo principal é representar em superfície plana a simbologia das pêssankas e pisankis, inserindo seu poder talismânico na arte das mandalas, que representam o equilíbrio perfeito e movimento de constante evolução do ser humano no cosmos.  Escudo protetor para os lares e aqueles que nele habitam.


Mandalas de mesa

Peças de cerâmica

Cruzes Bizantinas

Resumo da simbologia (traços, formas e figuras)


Ovo: Vida nova.

Ponto: Princípio da criação.

Traço vertical: Dinamismo.

Traço horizontal: Receptividade.

Círculo: União, perfeição.

Quadrado: Realidade, matéria.

Triângulo isósceles positivo: Busca espiritual.

Triângulo isósceles negativo: O espírito que dá vida a matéria.

Triângulo equilátero: Equilíbrio, Santíssima Trindade.

Linha sem fim: Eternidade.

Linha quebrada: Proteção.

Linhas onduladas: Equilíbrio emocional.

Aves terrestres: Fertilidade.

Borboleta: Beleza delicada.

Templo sagrado: Cristianismo, razão.

Trigo: Prosperidade, riqueza.

Pés de aves: Orientação para o bom caminho.

Chifres: Dignidade, força, liderança.

Diamantes: Firmeza de caráter.

Crivo, cesta: Discernimento.

Estrela de 5 pontas: Os 5 sentidos.

Estrelas: Realização e sucesso.

Rosáceas: Beleza e elegância.

Moinho de vento, cruz de malta: Boa vontade, felicidade.

Rastelo: Boa administração, matrimônio.

Escada: Ascensão na vida, crescimento, busca, matrimônio.

Cruz: Dinamismo e receptividade equilibrados.

Curvaturas: Defesa.

Flores e folhas: Amor, alegria, felicidade.

Árvore: Hereditariedade, família.

Uva: Lealdade, continuidade.

Carneiro, cavalo e cervo: Prosperidade, boa saúde.

Pássaros: Boas notícias.

Pinheiro: Vigor, eterna juventude.

Espiral: Imortalidade.

Frutas: Saúde.

Aranha: Paciência, arte, trabalho.

Olho: Sabedoria, revelação.

Serpente: Cura.

Peixe: Regeneração, sacrifício, cristianismo.

Galo: Renovação espiritual, vigilância, fortuna.

Sol: Longa vida e boa sorte.


Simbologia das cores

Branca: Pureza, inocência.

Amarela: Sabedoria, honestidade.

Laranja: Resistência, ambição digna.

Vermelha: Amor, vigor, felicidade.

Verde: Renovação, esperança, saúde.

Azul: Verdade, fidelidade, paz.

Marrom: Os frutos da mãe terra.

Roxa: Nobreza, fé, confiança, paciência.

Preta: Absoluto, constante, eterno.